Ovinos Santa Inês

Originários do nordeste brasileiro, os ovinos Santa Inês, antes conhecidos por pelo-de-boi, são resultado do cruzamento das raças Bergamácia, Morada Nova e Somális. Uma mistura que trouxe características diferenciadas e marcantes para esses animais. 

Os “Carneiros Nordestinos”, como são chamados, surgiram como uma excelente alternativa para os criadores brasileiros que, assim como a própria seleção natural, contribuíram para as características atuais dessa raça, através dos trabalhos de seleção genética realizada por técnicos e criadores. Os machos chegam a pesar entre 120 e 130kg e as fêmeas, prolíficas e boas criadeiras, com frequentes partos duplos, entre 80 e 90kg.


Padrão Racial

Aspecto Geral

Animal deslanado; Pelos curtos; Grande porte; Bastante fértil; Excelente capacidade leiteira; Adaptação a qualquer sistema de criação e de pastagem.

Aptidões

Boa carne com baixo teor de gordura; Pele.

Corpo

Peito largo, arredondado e um pouco proeminente; Tronco forte; Quartos dianteiros e traseiros grandes, com boa cobertura de carne; Dorso reto, podendo apresentar pequena depressão atrás da cernelha; Garupa levemente inclinada.

Pele

Macia; Solta; Sem pelos; Cor escura. (Pelagem pode ser branca, malhada, castanha ou preta).

Cabeça

Média; Ausência de chifres; Perfil semiconvexo; Olhos bem separados; Narinas proeminentes com mucosas pigmentadas (exceto na variedade branca); Orelhas de tamanho médio, em forma de lança, pouco inclinadas; Pescoço bem implantado no corpo; Cauda de tamanho médio até a altura dos jarretes; Patas grandes com cascos escuros ou branco de acordo com as órbitas oculares e mucosas nasais.